Experiências

Dicas do que fazer em vitória!

Onde Comer

Ilha das caieiras

Uma das coisas que não pode ficar de fora da sua lista do que fazer em Vitória é provar da culinária típica.

Dentre os pratos típicos do estado do Espírito Santo estão a moqueca capixaba e a torta capixaba. A Ilha das Caieiras é o local perfeito para essa experiência, pois concentra vários restaurantes tradicionais com receitas artesanais familiares. Mas além de pólo gastronômico, o local possui um charmoso atracadouro com barquinhos coloridos num ambiente acolhedor e bucólico. Ideal para passar o dia, pois você desfruta de uma boa comida enquanto espera pelo pôr-do-sol no deslumbrante visual do Rio Santa Maria.

Restaurante Raiz do Canto

O Raiz do Canto Gastropub e Beergarden possui 3 ambientes diferentes, serve gastronomia de qualidade, drinks variados, café cuidadosamente preparado e um chopp artesanal bem gelado. Seja na hora do almoço, café da tarde ou happy hour, eles estão prontos para recebê-los todos os dias a partir das 11h.

Cardápio

Onde Ir

Fábrica de chocolates garoto

Uma das mais queridas fábricas de chocolates do Brasil fica em Vila Velha, pertinho de Vitória.

A fábrica da Garoto, localizada no bairro da Glória, possui uma lojinha com produtos exclusivos da marca, cheia de opções de chocolates, e também oferece visitas guiadas que permitem conhecer a fábrica internamente e conhecer o processo de produção dos chocolates.

A visita à Garoto, chamada “Chocotour” é feita na companhia de guias da própria fábrica, em horários específicos, e permitem conhecer as diferentes etapas de produção de seus produtos, que vai desde o transporte de insumos para a produção do chocolate, até a embalagem do chocolate produzido. Nessa visita é possível conhecer o processo de produção de diferentes chocolates da empresa, ver como as pessoas trabalham, como os matérias-primas são utilizadas e outras curiosidades.

As pessoas que realizam a visita interna na Garoto podem também conhecer a história do chocolate ao longo dos séculos e a história da própria Garoto, que teve início em 1929. Uma outra dica é que ao fazer o passeio interno, o visitante pode comer à vontade alguns dos chocolates oferecidos pela fábrica.

É importante lembrar que por questões de segurança, você deve estar usando calçados fechados, como tênis e sapatos. Calçados que deixem os pés expostos não são permitidos.

Convento da Penha

Em Vila Velha, foi fundado em 1558 e é o símbolo turístico do Estado. Fica no alto de um morro de 154m, no bairro da Prainha, cercado pela Mata Atlântica.

Você pode subir sua estrada a pé, de carro ou com vans que vão até o estacionamento. Logo após, para alcançar a antiga construção, há uma subida de 365 degraus. No Convento há missas diárias, em diferentes horários. Lá de cima a vista é incrível e, dependendo do lugar onde você está, é possível ver Vitória, Vila Velha, a Praia da Costa e o Morro do Moreno. Em datas comemorativas, feriados e aos domingos a movimentação por lá é intensa. Não deixe de levar sua câmera, a vista é espetacular!”

Praia de Camburi

A Praia de Camburi é a mais presente na vida da cidade. Sempre tem gente correndo ou praticando esportes no calçadão.

No verão, a prefeitura programa shows e eventos esportivos, deixando o lugar mais animado. Na praia, outra opção bem interessante é fazer o passeio de escuna. O calçadão foi reformado recentemente e o lugar se tornou muito agradável para andar, não só durante o dia como à noite.

Praia do Costa

A melhor praia de Vila Velha é a Praia da Costa – nome também dado ao bairro.

Fica a 5km de Vitória e é a praia que mais recebe turistas durante o verão. Sua orla conta com quiosques, vendedores ambulantes, aluguel de guarda-sóis e outros serviços.
Ao longo de sua extensão, a Praia da Costa muda de nome: torna-se Praia de Itapuã e, ainda mais para a frente, Praia de Itaparica – a mudança também ocorre no mar, já que as ondas vão ficando mais fortes. Quem vai com crianças deve procurar ficar no início da Praia da Costa, trecho conhecido como Praia da Sereia.
Durante a noite, o calçadão tem uma iluminação especial e ganha uma feirinha com diversos tipos de comida e artesanato.”

Curva da Jurema

Essa praia é bastante frequentada por quem gosta de ficar nos quiosques, tomando uma bebida e ouvindo música. O visual do lugar é bonito e não decepciona. A praia tem uma grande mistura de públicos, sempre com gente de todas as idades – essa é uma das melhores opções em Vitória.

Parque botânico vale

No fim do bairro de Jardim Camburi, dentro do Complexo de Tubarão, com a maior área verde da Grande Vitória.

O parque é parte de um cinturão verde da Vale e seu espaço, de 33 hectares, tem como objetivo ajudar a preservar a Mata Atlântica. É um lugar que permite aos seus visitantes conhecer melhor a mata, a fauna, e fazer trilhas, basta marcar um horário e usar calçado fechado. Outra atração interessante é um passeio feito de ônibus por dentro do complexo. O passeio é gratuito, sendo necessária a marcação de horário.

Parque pedra da cebola

Um parque que virou cartão-postal do Espírito Santo por ter uma pedra em formato de cebola.

À noite, essa pedra recebe uma iluminação especial, deixando o lugar ainda mais bonito. O parque é ótimo também para um passeio com crianças, pois tem uma fazendinha, aves e bastante espaço verde. Os moradores do bairro da Mata da Praia também costumam usar o Parque para a prática de esportes.

Passeio de observação de baleias

Apesar de não acontecer o ano todo, o passeio de observação natural de baleias pode ser feito entre os meses de Junho e Novembro.

Essa é a temporada de reprodução das baleias, que migram da Antártida para terem seus filhotes nas águas quentes da costa brasileira, sobretudo na região dos Abrolhos, que vai do sul da Bahia ao norte do Espírito Santo.

Paneleiras de goiabeiras

A Associação das Paneleiras de Goiabeiras, fundada em 1987, mantém a tradição de fabricar panelas de barro de maneira artesanal.

Passada de geração em geração, a técnica das mulheres paneleiras virou um ofício que hoje é reconhecido como patrimônio imaterial pelo Iphan.

Os turistas podem visitar o galpão em Goiabeiras para entender como esse processo cultural funciona e ainda levar uma panelinha de barro de lembrança.”

Projeto tamar

Vitória é uma das três bases de pesquisa e conservação do Projeto Tamar no Espírito Santo.

Inaugurado em 2012, a fundação monitora 160km de praias continentais e protege quase 3000 desovas e 150 mil filhotes a cada temporada reprodutiva das tartarugas marinhas.

No local, são realizadas várias atividades interativas de educação e sensibilização ambiental. O intuito é informar o visitante a respeito de importantes questões como o ciclo de vida das tartarugas marinhas e as diversas ações de proteção ao meio ambiente marinho e sua biodiversidade em Vitória.

Além disso, é possível visitar um incrível mirante, com vista panorâmica dos principais pontos turísticos da Grande Vitória. Para os interessados, o projeto está instalado na Enseada do Suá, entre a Capitania dos Portos e os restaurantes da Praça do Papa.”